MINI-ARTIGOS SOBRE AS ESPÉCIES

Nesta secção encontram-se mini-artigos sobre as espécies, de forma sucinta e clara, ficamos a conhecer um pouco mais sobre a nossa fauna. Ilustrados com as melhores fotografias da espécie.

AS MINHAS MISSÕES

Ao contrário dos artigos, nas missão explico como consegui fotografar as espécies (ou observar). O que sofri e as peripécias para as conseguir fotografar tranquilamente e sem as perturbar.

TRUQUES E DICAS

Nesta secção poderá encontrar alguns truques e dicas sobre fotografia de vida selvagem e de natureza, desde as técnicas utilizadas na máquina como algumas das técnicas utilizadas no terreno.

ABRIGOS

Para além dos vários truques, existem também alguns abrigos já montados que podemos frequentar em Portugal e outros tantos em Espanha. Serão apenas colocados abrigos que tenha frequentado.

PROJETOS

Os vários projetos que tenho realizado, desde panfletos, livros, workshops, entre outros.

UM MÊS...UMA AVE

A Fundação Calouste Gulbenkian com o apoio científico da Fundação Luis de Molina e da Universidade de Évora apresenta nos jardins da fundação em Lisboa o projeto "UM MÊS...UMA AVE". Todos os meses foi apresentada uma espécie presente nos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian. A lista de espécies do primeiro ano está terminada.

Canal Youtube onWILD

Novo canal no youtube destinado apenas a filmagens de vida selvagem. Subscrevam.

Definições Canon 7D Mark II

As definições que utilizo na minha máquina para a fotografia de aves.

sábado, 30 de abril de 2011

Estoril Open 2011 - Dia 6

Robin Soderling
No 6º dia era altura de ver os cabeças de série a treinarem todos juntos. Num dos courts encontrava-se Robin Soderling e Jo-Wilfried Tsonga e no outro Fernando Verdasco e Juan Martin Del Potro. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)
Fernando Verdasco (drt.) e Juan Martin Del Potro (esq. sentado)

Kevin Anderson
Outro dos cabeças de série jogou no centralito contra Victor Hanescu, estou a falar do Sul Africano Kevin Anderson, actual 35º do ranking ATP. Este último venceu pelos parciais de 6-4 e 6-2. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Estoril Open 2011 - Dia 5

Pablo Cuevas
 Ao quinto dia de competição um dos grandes tombou aos pés de Pablo Cuevas. Jo-Wilfried Tsonga, 3º cabeça de série foi derrotado por Pablo Cuevas por 6-2 e 7-6 (7-0). Tsonga não conseguiu resistir ao excelente jogo de Cuevas e saiu cabisbaixo do centralito. Embora tenha o público a favor dele, Tsonga não encontrou forças necessárias para derrotar Cuevas. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Jo-Wilfried Tsonga
 Por sua vez, Pablo Cuevas foi o único não cabeça de série a chegar aos quartos de final onde iria defrontar Thomaz Bellucci, 6º cabeça de série e actual 32 do ranking ATP. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Gastão Elias e Pedro Sousa
O último jogo do centralito opôs Gastão Elias e Pedro Sousa contra Jeremy Chardy e Edouard Roger-Vasselin, os portugueses foram derrotados por 4-6, 7-5 e 10-6 no super tie-break. Para quem não sabe, nos pares quando se encontram empatados a 1 set cada realiza-se um super tie-break até aos 10, durante os jogos em si, sempre que ficar 40-40 realiza-se ponto de ouro em que o receptor escolhe o lado para o qual se irá servir. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Os restantes jogos decorreram no court central e por isso não tenho mais fotos, mas podem consultar os resultados no site oficial da competição.

Estoril Open 2011 - Dia 4 Inicio da Competição

Peço desculpa pela ausência de entradas, mas os jogos tem durado até mais tarde e o tempo tem sido pouco para poder arranjar as fotos e escrever aqui no blog. (mas hoje espero fazer isso tudo)

Frederik Nielsen
O primeiro jogo do quarto dia de competição foi entre Thomaz Belluci e Frederick Nielsen, a vitória surgiu ao brasileiro Thomaz Belluci pelos parciais de 7-5 e 6-1. De seguida, recebi a informação de que estaria a jogar um jogador com um serviço estranho no court 3, ao qual me desloquei de imediato. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)
Brian Battistone a servir
Não só possuia um serviço estranho, como a própria raquete era em si um pouco de outro mundo. Começando pelo serviço, para os jogadores mais experientes e que sabem executar na perfeição o serviço, imaginem um serviço em tenis como se faz no volleyball, em suspensão. Estranho não é? Pois é, este jogador executa o serviço em suspensão. Atira a bola bem alto e salta como se fosse "rematar" uma bola de volleyball. (Mais fotografias em Estoril Open 2011) Agora a raquete:
A raquete de Brian Battistone
Sim, viram bem... Possui dois punhos! O facto de a raquete ser assim? Não sei bem, mas visto ele estar a jogar pares com Kevin Anderson e não ter entrado no quadro principal do torneio, só poderá querer dizer que ele apenas joga pares, ou seja, a raquete poderá ser útil quando está na rede. Também reparei que ao bater a esquerda a duas mãos ele usa os dois punhos, na rede poderá servir para dar mais estabilidade no volley de forma a que a raquete não rode. Será que irá revolucionar os jogos de pares? Esperar para ver... (Mais fotografias em Estoril Open 2011)
Jarmila Gajdosova
A australiana, 2ª cabeça de série e actual 30ª do ranking WTA, Jarmila Gajdosova venceu Renata Voracova pelos parciais de 6-4 e 6-0. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Juan Martin Del Potro
O jogo seguinte decorreu no court central e apenas consegui umas fotos. Um dos melhores jogos do torneio disputado entre Juan Martin Del Potro e Pedro Sousa. Embora Sousa tenha perdido por 6-2, 3-6 e 6-3 fez uma excelente partida, recebendo os parabéns por parte de Del Potro. Sousa conseguiu responder ao argentino e realizou bastantes winners, mesmo em termos de força de pancada estavam os dois ao mesmo nivel. Juan Martin Del Potro ocupa actualmente o 48º posto do ranking ATP devido a uma lesão no pulso, antes da mesma era o 4º do ranking. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Milos Raonic
Para muitos Raonic é um autêntico desconhecido, este jovem canadiano de apenas 20 anos subiu 128 lugares desde o inicio do ano quando ocupava o 156º lugar do ranking ATP, actualmente ocupa o 28º. Possui um serviço demolidor, atingindo os 235 km/h. Saiu vitorioso por duplo 6-4 frente a Igor Andreev. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Igor Andreev

terça-feira, 26 de abril de 2011

Estoril Open 2011 - Dia 3 Inicio da Competição

No terceiro dia do Estoril Open 2011 os jogos principais iriam decorrer todos no Court Central onde é muito dificil fotografar (e como vou lá estar sempre não quero que me decorem e assim posso aproveitar quando tiverem lá os big bosses do tenis) e por isso não possuo nenhum registo, à excepção do Gastão (mas já lá chego). Devido à falta de jogos, decidi mostrar um pouco o que é o ambiente no Jamor.


No inicio do dia havia um dos últimos jogos do qualifying masculino, entre Pedro Sousa e o espanhol Albert Ramos. O vencedor foi Pedro Silva depois de uma dura batalha campal que durou mais de 2h, no final os parciais foram de 4-6, 7-5 e 7-5. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Queda de Albert Ramos
No último set, o espanhol Albert Ramos sofreu uma queda aparatosa depois de ter escorregado demasiado na terra batida, caindo mesmo sobre a sua raquete o que resultou em 4 cortes nas costas (mesmo na zona da coluna). Depois do fisioterapeuta ter entrado no court o espanhol recompôs-se e voltou ao encontro. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Pedro Sousa
Depois deste jogo apenas restavam dois grandes jogos no court central, o do Rui Machado com Victor Hanescu, este último saiu vencedor por duplo 6-3, e o jogo entre João Sousa e Gastão Elias. Este último jogo terminou com uma desistência de Gastão Elias devido a uma "Full Body Cramp", de acordo com o comunicado oficial pelo Estoril Open. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

Gastão Elias a receber tratamento à lesão contraida durante o jogo
No final Gastão Elias saiu cabisbaixo e triste por ter desistido devido a uma lesão.

Gastão Elias à saida do seu encontro com João Sousa
Para quem nunca foi ao Estoril Open, aqui ficam algumas fotografias do ambiente que se cria neste espectaculo unico no pais. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

A casa de apostas da BetClic realiza aposta em pleno Estoril Open

O vencedor da aposta ganha um iPad

O BES oferece todos os anos pipocas grátis ao público

É habitual jogar-se PS3 e XBOX

Vai um joguinho?

Os jogadores partem imensas cordas e por isso existem diversos especialistas sempre prontos para lhes arranjar as cordas de acordo com as suas preferencias

O break point com os comes e bebes
Para saber como é realmente o ambiente, nada como ir um dos dias e vivê-lo. (Mais fotografias em Estoril Open 2011)

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Estoril Open 2011 - Dia 2 Qualifying

Frederico Gil
No segundo dia da maior competição de tenis do pais o sol e as temperaturas altas estavam "de volta" e prometem ficar até ao final da competição. Os jogos que foram adiados do dia anterior estavam no inicio da agenda do dia, começando pelo confronto entre Patricia Martins e Shengnan Sun da China. Este jogo ainda a contar para a primeira ronda dos qualifying femininos foi ganho pela chinesa pelos parciais de 6-3 e 6-2. (mais fotografias em Estoril Open 2011)

Patricia Martins
Noutro encontro que envolveu portugueses, Francisco Dias derrotou Diogo Rocha pelos parciais de 6-1 e 6-4. Francisco Dias voltou a jogar a meio da tarde com Frederik Nielsen, perdendo por 6-4 e 6-1, este jogo decorreu no court central e por isso não possuo nenhum registo fotográfico. (mais fotografias em Estoril Open 2011) 
Francisco Dias
No jogo alto do dia, Pedro Sousa derrotou o russo Andrey Kumantsov pelos parciais de 6-3, 2-6 e 6-3, com alguma confusão à mistura. O russo teve um comportamento vergonhoso devido a alguma (suposta) falta de respeito por parte de alguns elementos do público, mas aos olhos do público em geral pareceu mais uma birra de mal perdedor. (mais fotografias em Estoril Open 2011)

Andrey Kumantsov a queixar-se ao arbitro
Como é possivel verificar na fotografia anterior, a discussão ficou acesa entre o russo e o arbitro. O centro da discussão era que quando ele estava para servir havia pessoas do público que falavam ou incomodavam o russo. Algumas das vezes queixou-se das palmas do público a favor do português, que foram prontamente interrompidas pelo árbitro. Mais à frente chegou a dirigir-se para uma pessoa do público para mandá-lo calar, ao que a pessoa respondeu: "Just play!" provocando uma vaia geral por parte do público, o desportivismo esgotou-se e o russo ameaçou mesmo atirar uma bola em direccção ao público e foi a gota de água, o arbitro advertiu-o para mais uma queixa ou discussão e não terminaria o jogo. (mais fotografias em Estoril Open 2011)

Pedro Sousa à espera que o russo se cansasse dos protestos
O jogo seguinte opôs a espanhola Beatriz Garcia Vidagany e a romena que derrotou Margarida Moura na primeira ronda, Madalina Gojnea. A espanhola saiu vitoriosa pelos parciais de 1-6, 7-6 e 6-3, embora tenha tido um percalço já no final do último set ao sofrer uma pequena lesão na coxa direita, depois de assistida pelo fisioterapeuta, que lhe colocou uma imensa ligadura. (mais fotografias em Estoril Open 2011)
Beatriz Garcia Vidagany no momento da lesão
O último jogo foi entre David Marrero e Flavio Cipolla, o vencedor foi Cipolla pelos parciais de 6-7, 6-3 e 6-2. O italiano será o adversário de Frederico Gil na primeira ronda do quadro principal a ser disputado nesta terça-feira. (mais fotografias em Estoril Open 2011)
Flavio Cipolla

domingo, 24 de abril de 2011

Estoril Open 2011 - Dia 1 Qualifying

 1ª Ronda do Qualifying
<><> <><> <><>
Ana Claro
No primeiro dia do Estoril Open a chuva teimava em estragar os planos e todos os jogam foram sendo constantemente adiados. Durante todo o fim de semana e parte de segunda-feira iriam decorrer jogos de qualifying, ou seja, para apurar mais jogadores a entrarem no quadro principal do torneio. O primeiro jogo do centralito seria do qualifying feminino e opós Ana Claro e a alemã Laura Siegemund, que foi ganho pela alemã pelos parciais de 6-3 no primeiro set e por 6-0 no último set. (mais fotografias em Estoril Open 2011)




<><> <><> <><>
Pedro Sousa
No segundo jogo a que tive oportunidade de assistir foi entre dois portugueses, Pedro Sousa e Gonçalo Pereira. Este jogo da primeira ronda do qualifying masculino foi ganho por Pedro Sousa pelos parciais de 6-0 no primeiro set e por 6-4 no segundo set. (mais fotografias em Estoril Open 2011)


<><> <><> <><>
Arranjar os campos depois da chuva
Por volta da hora do almoço voltou a chuver com mais intensidade o que obrigou a nova suspensão dos jogos, que foram retomados mal a chuva cessou. O problema que a chuva trás é encharcar os campos e tornar a terra batida em lama, para isso é necessário protegê-los com uma lona e quando esta é recolhida é também necessário verificar o estado do terreno e colocar mais terra batida se necessário. (mais fotografias em Estoril Open 2011)


<><> <><> <><>
Margarida Moura
Por fim, foi a vez de Margarida Moura pisar a terra do Jamor no centralito defrontando Madalina Gojnea para a primeira ronda do qualifying feminino, embora tenha sido derrotada pelos parciais de 6-1 e 6-0 mostrou ter garra para jogar ao mais alto nivel. (mais fotografias em Estoril Open 2011)

Por motivos de força maior, não é possivel tirar fotografias no court central e por isso, os resumos aqui apresentados são apenas dos jogos decorridos no centralito e nos outros courts. Os resultados dos restantes jogos podem ser consultados no site oficial da competição, Estoril Open Site Oficial.

terça-feira, 19 de abril de 2011

WPW - Wildlife Photo Workshop


Coruja-ladradora, Ninox novaeseelandiae
No passado sábado, 16 de Abril de 2011, decorreu um workshop inovador desenvolvido pela Canon Portugal e pela Colorfoto no Badoca Safari Park e que trouxe a Portugal Jonathan e Angela Scott. Os embaixadores da Canon mais conhecidos pelo excelente trabalho que tem desenvolvido no Masai Mara, podemos "vê-los" nos documentários da BBC "Big Cat Diary" e também pelas maravilhosas fotografias que partilha com o mundo através de várias revistas especializadas. (Mais fotografias em WPW)

Abelharuco-Comum, Merops apiaster
Eram 7h da manhã e a porta do centro comercial vasco da gama era o ponto de encontro, o céu estava vermelho com o nascer do Sol, prevendo desde cedo um excelente dia para fotografar. Por volta das 9h30 já haviamos chegado ao Badoca Safari Park, 140 participantes encontravam-se concentrados na esplanada do restaurante, a admirar a paisagem e começavam os primeiros avistamentos. Para quem nunca lá foi, o restaurante possui uma vista priveligiada sobre uma pequena lagoa e é possível observar as zebras, gnus ou avestruzes que costumam por lá vaguear. Mas para mim o primeiro avistamento "oficial" foi de uma pequena colónia de Abelharucos que têm construido ninho nas redondezas (mais precisamente nas encostas da pequena lagoa). Apenas consegui esta foto, aproximei-me com cuidado com a minha 300mm (--') e tirei duas ou três fotos, ainda consegui observá-lo com uma abelha no bico, mas mais tarde apareceram mais dois fotografos mais bem equipados fotográficamente mas mal equipados mentalmente pois aproximaram-se na maior, de peito erguido quando eu quase fui a rastejar até uma árvore e permaneci sempre atrás dela, apenas mostrando a máquina. Com isto tudo eles fujiram para umas árvores mais longes e nunca mais se aproximaram. (Mais fotografias em WPW)

Gorgulho
A primeira actividade do dia seria uma palestra dada por Jonathan e Angela Scott, mas antes disso foi servido o pequeno almoço, o qual dispensei rapidamente para aproveitar a luz e tirar umas quantas macros nos arbustos das redondezas. A palestra foi magnifica, onde ficamos a conhecer um pouco melhor a familia Scott e tudo o que tem vindo a desenvolver nos últimos 14 anos, mas que não vou entrar em pormenores (deviam ter ido, mas eles são muito simpáticos e encontram muita informação no site deles). Depois disso foi o almoço e servir 140 pessoas leva algum tempo, logo voltei para as macros. (Mais fotografias em WPW)

Depois do almoço iam finalmente começar as sessões fotográficas, a primeira da equipa gorila era a ilha dos primatas, da qual não tenho nenhuma fotografia devido aos inumeros fios e estruturas demasiado humanas. De seguida, fomos para o show das aves ao ar livre. Aí tivemos inclusivé oportunidade de observar o "mestre" em acção, Jonathan Scott aproveitou também ele para tirar umas fotografias às maravilhosas aves de rapina que foram apresentadas. Vimos desde águias, corujas e mochos e podemos observá-los em ação, se nunca foi ao Badoca Safari Park recomendo-o a ir para observar tamanha beleza. (Mais fotografias em WPW)
Águia de Harris (Parabuteo unicinctus)
Urubu de Cabeça Vermelha, Cathartes aura
Por volta das 17h30 começamos a entrar para o comboio do Safari e lá fomos nós à aventura. Desde avestruzes, búfalos, cabras de leque, cobos, elandes, gamos, girafas, gnus, impalas, nandus, órixes, palancas negra, pecaris, tigres, veados e zebras, todos eles podem ser observados a vaguear livremente dentro do espaço do safari, parecendo realmente um safari. Aqui ficam algumas fotografias: (Mais fotografias em WPW)

Avestruz, Struthio camelus

"Mommy is very angry!" - Avestruzes, Struthio camelus


Cobo de Leche, Kobus leche leche
Depois do safari as equipas voltaram à base, o restaurante, para imprimir algumas fotografias e uma palestra, desta vez Jonathan Scott ia comentar algumas fotografias tiradas pelos participantes (e impressas no momento). No fim, ainda houve tempo para ir pedir um autógrafo ao Jonathan, com a fotografia que tinha acabado de imprimir, e ouvir o que ele tinha para dizer: "Uau!! Magnific photo, love the eye and background out of focus."
E assim terminou um grande workshop, venham mais como este. Muito obrigado à Canon e à Colorfoto pela excelente organização e muito obrigado a Jonathan e Angela Scott pela partilha e os ensinamentos, talvez um dia nos voltaremos a encontrar (mas de outra forma). (Mais fotografias em WPW)

Lagartixa-do-Mato - foto que está autografa